SUNENERGY INSTALA SOLUÇÃO DE AUTOCONSUMO NA FRUTALMENTE

EMPRESA DE VILA FRANCA DE XIRA VAI PRODUZIR 50 MIL KWH POR ANO

2014-11-20

Coimbra, 19 de novembro de 2014 – A SunEnergy, empresa líder na área das energias renováveis em Portugal, acaba de instalar uma solução de autoconsumo na Frutalmente, organização de produtores de fruta, sedeada em Cachoeiras, Vila Franca de Xira, contribuindo assim para a sua sustentabilidade energética. O autoconsumo é um novo modelo de produção descentralizada de energia a partir de energias renováveis, em particular a partir do sol, em que a energia elétrica produzida é consumida predominantemente pelo produtor, embora com a possibilidade de injetar o remanescente na Rede Elétrica.

Paulo Rodrigues, responsável da Frutalmente, afirma que “Decidimos avançar com este investimento de autoconsumo recorrendo aos painéis fotovoltaicos porque temos um grande consumo de energia elétrica e pretendíamos reduzir substancialmente a nossa fatura energética. Com este investimento, vamos conseguir atingir esse objetivo, aumentando a nossa autonomia e reduzindo substancialmente a nossa dependência em relação ao nosso comercializador de eletricidade, contribuindo ao mesmo tempo para a preservação do meio ambiente.”.

“A implementação desta solução, composta por 144 painéis solares, permite a produção e autoconsumo de mais de 50 mil kWh por ano, ou seja, mais de um milhão de kWh produzidos nos próximos 25 anos” afirma António Lourenço, gestor da SunEnergy, responsável pelo projeto. “Para além da poupança económica que a Frutalmente terá, ao produzir a sua própria energia, evitará, ainda, a emissão de cerca de 500 mil quilos de CO2 num prazo de 25 anos”, conclui.

autoconsumo potencia o desvio de consumos noturnos para o período diurno, durante o qual existe maior produção de energia, pelo que, fará todo o sentido, por exemplo e sempre que possível, colocar as máquinas de lavar roupa e louça a funcionar durante o dia, bem como, quaisquer outros equipamentos elétricos para os quais essa deslocação seja possível.